Memórias póstumas Brás Cubas
Igor Apps
1.0 0.8mb
Memórias póstumas Brás Cubas

Memórias Póstumas de Brás Cubas é um romance escrito por Machado de Assis, desenvolvido em princípio como folhetim, de março a dezembro de 1880, na Revista Brasileira, para, no ano seguinte, ser publicado como livro, pela então Tipografia Nacional.

A narração é feita em primeira pessoa e postumamente, ou seja, o narrador se autointitula um defunto-autor – um morto que resolveu escrever suas memórias. Assim, temos toda uma vida contada por alguém que não pertence mais ao mundo terrestre. Com esse procedimento, o narrador consegue ficar além de nosso julgamento terreno e, desse modo, pode contar as memórias da forma como melhor lhe convém.

Memórias Póstumas de Brás Cubas retrata a escravidão, as classes sociais, o cientificismo e o positivismo da época, chegando a criar, inclusive, uma nova filosofia, mais bem desenvolvida posteriormente em Quincas Borba (1891) — o Humanitismo, sátira à lei do mais forte.

Epitaph Brás Cubas

Posthumous Memoirs of Brás Cubas is written by Machado de Assis novel, developed first as serials, from March to December 1880, the Brazilian Journal for the following year, be published as a book by the former National typography.

The narration is done in first person and posthumously, ie, the narrator calls itself a dead-writer - a dead man who decided to write his memoirs. Thus, we have a whole life told by someone who does not belong to the earthly world. With this procedure, the narrator manages to get beyond our trial ground and thus can count the memories of how best suits you.

Posthumous Memoirs of Brás Cubas portrays slavery, social classes, scientism and positivism of the season, reaching even to create a new philosophy, better developed in later Quincas Borba (1891) - Humanitism, satire on the law of the strong.

Content rating: UnratedWarning – content has not yet been rated. Unrated apps may potentially contain content appropriate for mature audiences only.

Requires OS: 1.6 and up

...more ...less